12 de mar de 2012

Aprovado mestrado em Arquivologia no Brasil


O Comitê de área das Ciências Sociais Aplicadas 1 (CSA1) da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), agência responsável pela pós-graduação brasileira, informou, por meio de suas coordenadoras, em 05/mar/2012, que o Conselho Técnico Científico da Educação Superior (CTC-CAPES), na reunião de 27 e 28/dez/2011 aprovou, no âmbito da Ciência da Informação, a criação do curso de mestrado profissional em Gestão de Documentos e Arquivos da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), que deverá ter início ainda este ano.

Trata-se de um importantíssimo marco na Arquivologia brasileira que passará a ter um curso de pós-graduação especificamente voltado para a temática dos documentos de arquivo. Nas palavras do coordenador do projeto, José Maria Jardim, "Essa é uma conquista não apenas dos professores Departamento de Estudos e Processos Arquivísticos e da Escola de Arquivologia da UNIRIO. É, sobretudo, uma conquista da Arquivologia brasileira que começa a desbravar uma nova fronteira na formação de arquivistas"

Um melhor entendimento do quadro institucional da pós-graduação brasileira, em especial da área da Ciência da Informação, pode ser visto nos diversos documentos disponíveis na página do CSA 1 (aqui). No final do ano passado em um seminário de avaliação do CSA 1, representantes de todos os programas do comitê estiveram reunidos por 3 dias discutindo as mais variadas questões. Neste ano, o CSA 1 produziu um documento-síntese do seminário, que faz um excelente diagnóstico dos cursos de Comunicação, Ciência da Informação e Museologia brasileiros (disponível aqui).

Informações obtidas da coordenação do PPGCINF/UnB, de Maria Helena Weber, Nair Kobashi, José Maria Jardim e Anna Szlejcher

Nenhum comentário:

Postar um comentário